*** Sanctus...Sanctus...Sanctus ***

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

analfabetos do Amor...


Infelizmente o mundo e muitos cristãos até estão semeando a dor nos seus extremismos porque agarram a palavra e fazem-na prisioneira dos seus vazios do coração.

Pai ,as palavras que encontramos no caminho da tua Palavra  rega-as com o teu Santo Espírito para que não existam mais analfabetos do AMOR.

Quanto ao Jesus salvador, filho do Pai, não estaria aqui abraçando se não fora a sua graça e salvação, pudesses viver a dor do Filho como tantos vivem e saberias que mais do que sacrificios o Pai deseja MISERICÓRDIA.

Sim, semeamos mais a morte que a redenção ao usar apenas as palavras de condenação em vez das de misericórdia, sim ,seremos sepulcros caiados se o fizermos.

A Cruz deixa de ter sentido se ela não cobrir os pecados do Homem, seria inutilidade do Pai e pecado, basta-nos a nossa miséria humana para escrevermos tanta vez essa palavra em vez de a erradicarmos do nosso coração.


Creio no Pai que aproxima as suas mãos do rosto dos rebeldes na fé e acaricia para que sintam a brisa da misericórdia mais do que a ira, que atira o outro nosso irmão para os abismos da solidão do Amor.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

No entardecer da vida...


Venho exercitar o Amor apesar da alma ter pouco para dar nesta noite obscura a misericordia só ela nos dará forças.


Humildade isso é que é valioso eu apenas posso servir de caminho para a vossa alma passear até ao Pai.

Sabes, por vezes sinto-me perdido perante tanta dor, mas sei que o PAI está recolhendo essa mesma dor em seu coração , penso que é o que tu e eu poderemos fazer nestes momentos.

Voa, voa e não pares até chegares ao PAI Ele espera o teu eterno abraço até breve se o espirito deixar.

És uma filha do PAI não esqueças isso nunca , confia e ama, sê forte.

São três caminhos. Um leva-te até ao Amado do AMOR, o segundo leva-te ao amado da CRUZ e o último leva-te até à Mãe, que espera com seu regaço aberto para te acolher e embalar a tua alma.

Ao entardecer da vida que possam os teus pés cansados, carregar ainda os sedentos do Amor.

O silêncio é a maternidade do pensamento da alma, onde o amor gera a alegria do Pai, oro por ti.

Eu te abençoo em nome do PAI do Filho e do ESPIRITO SANTO.