*** Sanctus...Sanctus...Sanctus ***

domingo, 30 de dezembro de 2012

um refúgio







Podes fazer da tua alma um refúgio para ele, só basta abrires as portas a ELE, vai com o Pai e coragem semeia, semeia, Pomba da Paz

Só o abraço no silencio pode gerar a fonte da misericórdia que liberta

Deus não nos dará mais do que aquilo que a nossa alma pode suportar mas pode abraçar forte e isso pode magoar, o amor pode magoar....


"La nuit des étoiles" podes começar por essa caminhada desse irmão que tanto me ajudou. 
De uma Abadia da América escreveu livros maravilhosos.

Se soubesses o calor das areias do deserto desse silencio, nem suportarias o calor do abraço do Pai, tal a força do seu amor.

Que a mão do Pai, sustente a tua dor se não possuis mais espaço na tua alma.


sábado, 29 de dezembro de 2012

Bem aventurados

Bem aventurados os que na sua rebeldia impedem a Presença de partir, sem que antes deixe as migalhas do seu regaço-materno dos dons, cair no solo da nossa mesa, o coração faminto de homens feridos pela Sua visita.

Bem aventurados os loucos que já não aceitam serem apenas servos, mas iguais ao Filho, criadores da mesma alegria e esperança.

Bem aventurados os ladrões de corações que impedem a Noite de se apoderar deles e assim os poupam ao Geena.

Bem aventurados os que não se contentam mais com o possível, mas desejam ser parte do Todo.

Bem aventurados os que choram e assim saciam a sede dos solos ressequidos. Neles a semente encontrará finalmente o caminho da luz.

Bem aventurados os sonhadores deste mundo, porque neles a palavra desespero, jamais tomará parte nas suas mesas.

Bem aventuradas as mães que não calam a sua dor, pois no seu choro de orfandade, importunarão os anjos que eram os seus filhos amados.

Bem aventurados os que partirem ao encontro do Pai. Neles, encontraremos a voz que não calará a nossa orfandade de filhos do Pai, até que nos devolva novamente o Seu Filho.

Bem aventurados os que juntarem a sua voz à minha voz, assim nem as trovoadas das tormentas da fé, abafarão a marcha dos que comigo caminham ao teu encontro ó Pai.

Bem aventurados os que desejam estar Contigo, ó Criador, porque também esses desejam escolher o seu lugar na criação e Contigo também criarem.

Bem aventurados os que te chamam de Pai, porque já não aceitam mais ser orfandade eterna.

Bem aventurados os corajosos, porque encontrarão palavras para aqui continuarem a escrever com este barro 

domingo, 23 de dezembro de 2012

um momento de paz...

Um momento de paz, sim a paz que tanto buscamos está já em nós, basta apenas escutar os murmúrios da voz dos oceanos da misericórdia do Pai. 


Tudo é silencio mesmo nos gritos do mundo aquele que silencia o coração pode gritar por fora com os seus gestos de amor.

As palavras são areia mas se o vento as deixar pousar na tua alma, então podem tornar-se pérolas, vê se as consegues colher, mas em direcção ao amor.

Eu te abençoo em nome de um Pai amoroso, de um Filho que te acompanha e do Espirito Santo que te iluminará mesmo que a luz do dia se esgote no horizonte filho, vai e confia eternamente no Pai .